Terça-feira, 25 de Março de 2008

Sporting perde a primeira Taça da Liga para o Vit. de Setubal

V. Setúbal – 0 / Sporting – 0 (3-2 após g.p.)

V. SETÚBAL: Eduardo; Janício, Robson, Auri, Jorginho, Sandro, Elias, Ricardo Chaves, Bruno Gama (Paulinho, 67 m), Cláudio Pitbull e Leandro (Filipe Gonçalves, 79 m).
Treinador: Carlos Carvalhal
Suplentes não utilizados: Milojevic; Hugo, Adalto, Bruno Ribeiro e Bruno Severino.
Disciplina: Cartão amarelo para Sandro (69 m).
Nos penalties Auri, Pitbull, Elias marcaram. Jorginho e Paulinho falharam.

SPORTING: Rui Patrício; Abel (Pereirinha, 63 m), Tonel, Anderson Polga, Grimi, Miguel Veloso (Adrien Silva, 79 m), João Moutinho, Izmailov, Romagnoli, Simon Vukcevic e Liedson.
Treinador: Paulo Bento
Suplentes não utilizados: Stojkovic; Gladstone, Yannick Djaló, Farnerud e Tiuí.
Disciplina: Cartão amarelo para Polga (40 m) e Miguel Veloso (49 m).
Nos penalties: Romagnoli e Moutinho marcaram. Polga, Liedson e Izmailov falharam.

 

 

O Sporting perdeu a Taça da Liga para o Setúbal na marcação de grandes penalidades, após o nulo no tempo regulamentar. Numa final equilibrada e muito combativa, os «leões» acabaram por soçobrar nos penalties, com o guarda-redes Eduardo a ser decisivo.

Na estrutura «leonina» Grimi e Tonel voltaram à defesa, após terem cumprido um jogo de castigo, Izmailov ganhou a titularidade a Pereirinha, e Simon Vukcevic voltou a ser o parceiro de Liedson na frente.

A chuva que caiu durante a tarde no Algarve condicionou o relvado, obrigando as duas equipas a jogar mais rápido e de forma prática. O encaixe dos dois conjuntos foi gradual, com maior posse de bola para o Setúbal na primeira parte e maior percentagem de remates para o Sporting. Se é certo que os «leões» tentaram, quase sempre de longe, visar as redes de Eduardo – graças a Liedson, Polga e Vukcevic – houve depois, alguma falta de velocidade no construção ofensiva. A partir dos vinte minutos, os «leões» pressionaram mais alto sobre a bola, fazendo os sadinos errar com maior frequência nos passes.
Apesar de ter terminado a primeira parte em alta, o Sporting entrou na segunda metade mais expectante e só pareceu acordar com o livre de Pitbull ao poste. A distracção - com a barreira a abrir no remate do brasileiro – teve um efeito “despertador” para o «leão», mais veloz nas transições para o ataque. O Sporting cresceu então, passando a ter maior ascendente junto ao último terço de terreno do Setúbal. Bruno Gama ainda rematou às redes laterais da baliza de Patrício, mas a partir daí os «leões» tiveram algumas boas situações para finalizar. Vukcevic esteve muito perto do golo – já com Pereirinha no lugar de Abel – e Adrien (Miguel Veloso) entrou para dar maior estabilidade às transições. Quando as duas equipas já pouco arriscavam, Romagnoli teve tempo para algo mais, num remate junto ao poste, e a partida encaminhou-se para os penalties.

Na lotaria das grandes penalidades, o Setúbal foi mais feliz e garantiu a primeira Taça da Liga - Carlsberg Cup.

publicado por Izmailov7 às 19:48
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
31


.posts recentes

. Leão fura Metal(ist)

. Convocados para o Metalis...

. Izmailov iniciou a revira...

. Convocados para a desloca...

. Convocados para a recepçã...

.arquivos

. Março 2012

. Setembro 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Dezembro 2009

. Julho 2009

. Março 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

.links

.Facebook

Facebook Izmailov7
blogs SAPO

.subscrever feeds