Sábado, 2 de Agosto de 2008

Sporting vence Torneio do Guadiana

          

Sporting - 2 | Benfica - 0

SPORTING: Tiago, Abel, Polga, Tonel, Grimi (Ronny, 45 m), Caneira (Adrien, 79 m), Rochemback, Romagnoli (Pereirinha, 85 m), Izmailov, Yannick Djaló e Derlei (Hélder Postiga, 74 m).
Treinador: Paulo Bento
Suplentes: Rui Patrício, Carriço, Pedro Silva, Adrien, Vukcevic e Tiuí.
Disciplina: Cartão amarelo para Ronny (62 m) e Caneira (75 m).
Golos: Yannick Djaló (57 m) e Derlei (71 m)

BENFICA: Quim; Maxi Pereira, Luisão, Katsouranis (Edcarlos, 21 m), Léo, Balboa (Makukula, 45 m), Binya (Yebda, 75 m), Carlos Martins (Ruben Amorim, 45 m), Nuno Assis (Jorge Ribeiro, 45 m), Urreta e Aimar (Felipe Bastos, 58 m).
Treinador: Quique Flores
Suplentes: Moreira, Luís Filipe, Petit, Cardozo, Zoro, Nuno Gomes, Miguel Vítor, Bruno Costa, Sepsi, Nélson Oliveira e Sidnei.
Disciplina: Cartão amarelo para Luisão (55 m), Bynia (63 m) e Urreta (65 m).

Crónica:

O Sporting venceu o Torneio do Guadiana pela terceira vez, batendo o Benfica por 2-0, com golos de Yannick Djaló e Derlei.

Num derby morno, típico de início de temporada, os «leões» foram mais equipa e garantiram novo triunfo no certame algarvio.

Com uma formação completamente renovada em relação ao jogo com o Blackburn – apenas Tonel e Grimi se mantiveram no onze – Paulo Bento apostou em Caneira para jogar ao lado de Rochemback, ficando Izmailov e Romagnoli nos flancos, Yannick Djaló e Derlei no ataque.

Do lado dos encarnados, Quique Flores continuou na fase de experimentações, com Aimar e Carlos Martins a assumirem as despesas ofensivas da equipa. O Sporting entrou melhor na partida, desenhando bons movimentos colectivos e conseguiu acercar-se com mais perigo da baliza adversária no primeiro quarto de hora. No entanto, perante dois sistemas semelhantes, o equilíbrio de forças no meio campo não tardou, até porque o discernimento na fase de construção era claramente insuficiente e o número de perdas de bola de parte a parte tomou proporções invulgares até ao intervalo. Para além de um cabeceamento de Djaló por cima da barra da baliza de Quim, e um livre de Carlos Martins – e a substituições forçada de Katsouranis por Edcarlos – pouco mais houve a registar na primeira parte do encontro.

Para a segunda parte, Paulo Bento trocou Grimi por Ronny, mas foi pelo flanco contrário que o Sporting abriu o activo no Municipal de Vila Real de Sto. António. Fábio Rochemback descobriu Derlei a fugir pela direita, e o avançado brasileiro serviu a preceito Yannick Djaló, que não teve dificuldades em encostar e colocar o Sporting na frente. A partir daí, o Sporting serenou o jogo e controlou a partida com maior clarividência, obrigando o rival a cometer demasiados erros. Aos 71 minutos, inversão de papéis, com Yannick Djaló a assistir Derlei para o 2-0, após erro crasso de Edcarlos, que precipitou o triunfo «leonino».

Mesmo com a vitória garantida no Torneio algarvio, os «leões» mantiveram o Benfica em sentido e podiam ter alcançado um resultado ainda mais expressivo.

         

publicado por Izmailov7 às 22:01
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
31


.posts recentes

. Leão fura Metal(ist)

. Convocados para o Metalis...

. Izmailov iniciou a revira...

. Convocados para a desloca...

. Convocados para a recepçã...

.arquivos

. Março 2012

. Setembro 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Dezembro 2009

. Julho 2009

. Março 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

.links

.Facebook

Facebook Izmailov7

.Contador de Visitas

Turismo
Contador de visita
blogs SAPO

.subscrever feeds