Sábado, 29 de Março de 2008

Convocados para a Naval

A lista de convocados para a aprtida deste fim-de-semana apenas tem uma surpresa: a entrada de Tiago para a saída de Stojkovic:

Paulo Bento escolheu os seguintes 18 jogadores para a deslocação à Naval da Figueira da Foz:
Guarda-redes: Rui Patrício e Tiago 
Defesas:
Abel, Gladstone, Grimi, Tonel, Gladstone, Ronny
Médios: Adrien Silva, Izmailov, Miguel Veloso, Bruno Pereirinha, Farnerud, João Moutinho, Romagnoli
Avançados: Liedson, Yannick Djaló, Rodrigo Tiuí e Simon Vukcevic


publicado por Izmailov7 às 18:05
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 25 de Março de 2008

Sporting perde a primeira Taça da Liga para o Vit. de Setubal

V. Setúbal – 0 / Sporting – 0 (3-2 após g.p.)

V. SETÚBAL: Eduardo; Janício, Robson, Auri, Jorginho, Sandro, Elias, Ricardo Chaves, Bruno Gama (Paulinho, 67 m), Cláudio Pitbull e Leandro (Filipe Gonçalves, 79 m).
Treinador: Carlos Carvalhal
Suplentes não utilizados: Milojevic; Hugo, Adalto, Bruno Ribeiro e Bruno Severino.
Disciplina: Cartão amarelo para Sandro (69 m).
Nos penalties Auri, Pitbull, Elias marcaram. Jorginho e Paulinho falharam.

SPORTING: Rui Patrício; Abel (Pereirinha, 63 m), Tonel, Anderson Polga, Grimi, Miguel Veloso (Adrien Silva, 79 m), João Moutinho, Izmailov, Romagnoli, Simon Vukcevic e Liedson.
Treinador: Paulo Bento
Suplentes não utilizados: Stojkovic; Gladstone, Yannick Djaló, Farnerud e Tiuí.
Disciplina: Cartão amarelo para Polga (40 m) e Miguel Veloso (49 m).
Nos penalties: Romagnoli e Moutinho marcaram. Polga, Liedson e Izmailov falharam.

 

 

O Sporting perdeu a Taça da Liga para o Setúbal na marcação de grandes penalidades, após o nulo no tempo regulamentar. Numa final equilibrada e muito combativa, os «leões» acabaram por soçobrar nos penalties, com o guarda-redes Eduardo a ser decisivo.

Na estrutura «leonina» Grimi e Tonel voltaram à defesa, após terem cumprido um jogo de castigo, Izmailov ganhou a titularidade a Pereirinha, e Simon Vukcevic voltou a ser o parceiro de Liedson na frente.

A chuva que caiu durante a tarde no Algarve condicionou o relvado, obrigando as duas equipas a jogar mais rápido e de forma prática. O encaixe dos dois conjuntos foi gradual, com maior posse de bola para o Setúbal na primeira parte e maior percentagem de remates para o Sporting. Se é certo que os «leões» tentaram, quase sempre de longe, visar as redes de Eduardo – graças a Liedson, Polga e Vukcevic – houve depois, alguma falta de velocidade no construção ofensiva. A partir dos vinte minutos, os «leões» pressionaram mais alto sobre a bola, fazendo os sadinos errar com maior frequência nos passes.
Apesar de ter terminado a primeira parte em alta, o Sporting entrou na segunda metade mais expectante e só pareceu acordar com o livre de Pitbull ao poste. A distracção - com a barreira a abrir no remate do brasileiro – teve um efeito “despertador” para o «leão», mais veloz nas transições para o ataque. O Sporting cresceu então, passando a ter maior ascendente junto ao último terço de terreno do Setúbal. Bruno Gama ainda rematou às redes laterais da baliza de Patrício, mas a partir daí os «leões» tiveram algumas boas situações para finalizar. Vukcevic esteve muito perto do golo – já com Pereirinha no lugar de Abel – e Adrien (Miguel Veloso) entrou para dar maior estabilidade às transições. Quando as duas equipas já pouco arriscavam, Romagnoli teve tempo para algo mais, num remate junto ao poste, e a partida encaminhou-se para os penalties.

Na lotaria das grandes penalidades, o Setúbal foi mais feliz e garantiu a primeira Taça da Liga - Carlsberg Cup.

publicado por Izmailov7 às 19:48
link do post | comentar | favorito
Sábado, 22 de Março de 2008

Convocados para a final da Taça da Liga

 

Sporting e Vitória de Setúbal disputam hoje, às 20h30, no Estádio do Algarve, a final da Taça da Liga. Paulo Bento convocou 18 jogadores para o encontro, dos quais se destaca os regressos de Grimi e Miguel Veloso.

Lista de convocados:
Guarda-redes:
Stojkovic e Rui Patrício;
Defesas: Abel, Tonel, Polga, Gladstone e Grimi;
Médios: Adrien Silva, Miguel Veloso, João Moutinho, Pereirinha, Romagnoli, Farnerud, Izmailov e Simon Vukcevic;
Avançados: Tiuí, Yannick e Liedson.

publicado por Izmailov7 às 13:08
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 20 de Março de 2008

Izmailov na selecção russa

Izmailov regressa à selecção russa, ano e meio depois da última convocatória, em Outubro de 2006 quando participou no empate a uma bola frente a Israel.
O médio do Sporting foi um dos 20 convocados por Guus Hiddink para o particular com a Roménia, que tem lugar na próxima quarta-feira, dia 26 de Março, em Bucareste. Com esta chamada, Marat Izmailov terá a possibilidade de convencer o técnico holandês a integrá-lo na convocatória para o Euro-2008.

publicado por Izmailov7 às 20:09
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 18 de Março de 2008

Goleada dá confiança para a Taça da Liga

Sporting - 4 / Nacional - 1

Sporting:  Rui Patrício; Abel, Gladstone, Polga, Ronny, Adrien Silva, Bruno Pereirinha, João Moutinho (Farnerud, 76 m), Romagnoli (Yannick Djaló, 65 m), Tiuí (Vukcevic, 45 m) e Liedson.
Treinador: Paulo Bento.
Suplentes não utilizados: Stojkovic; Pedro Silva, Izmailov e Celsinho.
Disciplina: Cartão amarelo para Polga (35 m).
Golos: Liedson (55 e 59 m), João Moutinho (58 m) e Yannick Djaló (65 m).

Nacional: Bracalli, Patacas, Ricardo Fernandes, Cardozo, Alonso, Cleber, Juliano, Edson, Felype Gabriel (Rodrigo, 66 m), Fábio Coentrão (Juninho, 66 m) e Lipatin.
Treinador: Jokanovic
Suplentes não utilizados: Belman; Adriano, João Coimbra, Felipe Lopes e Halliche.
Disciplina: Cartão amarelo para Cleber (28 m), Ricardo Fernandes (52 m), Patacas (78 m) e Cardozo (90 m).
Golo: Lipatin (90 m).

Crónica:

O Sporting conquistou três importantes pontos diante do Nacional da Madeira, graças a uma segunda parte de grande nível. Liedson marcou dois, aos 55 e 59 minutos, Moutinho e Djaló, aos 58 e 65 minutos, fizeram os outros golos da goleada sobre os insulares.

Um triunfo claro mas nada fácil, que coloca os «leões» em igualdade pontual com o Setúbal – dando ânimo à equipa na luta por um lugar na Champions – o adversário do próximo fim-de-semana na final da Taça da Liga. Após uma primeira parte pouco dinâmica, muito por culpa da postura demasiado passiva e expectante, o Sporting marcou três golos de rajada – com o «capitão» Moutinho em grande – que quebraram a muralha defensiva madeirense, garantido o vigésimo jogo seguido sem derrotas em Alvalade.

Sem Tonel e Grimi, o sector defensivo foi reformulado com Gladstone e Ronny, enquanto no meio campo Adrien voltou a ser titular. No ataque, Tiuí voltou a fazer companhia a Liedson. O Nacional veio a Alvalade tentar discutir o jogo, com Fellype Gabriel a regressar à titularidade, e dois homens na frente de ataque, Fábio Coentrão e Lipatin.

Os «leões» colocaram pouca agressividade no jogo, que facilitou a tarefa ao jogo curto e apoiado do Nacional que, em contra-ataque, criou sobressaltos para a baliza de Patrício. Sem grandes mudanças de velocidade, foi difícil abrir brechas na defensiva madeirense. A excepção ocorreu logo aos dez minutos, mas Tiuí não conseguiu ultrapassar o guarda-redes Bracalli. No primeiro tempo, apenas de bola parada, o Sporting esteve perto de se adiantar no marcador, mas Bracalli negou o golo a Gladstone.

Vendo a inoperância atacante dos «leões», Paulo Bento chamou Vukcevic (Tiuí) e a garra do montenegrino demorou pouco tempo a aparecer. Num lance de insistência, Simon fez a diferença e Pereirinha isolou Liedson de calcanhar, com o «levezinho» a não desperdiçar tamanha ocasião. O mais difícil estava feito, mas em pouco tempo Moutinho e Liedson puxaram dos galões e alcançaram mais dois golos, deitando por terra as aspirações nacionalistas.

A vencer por 3-0, houve tempo para tudo, inclusive, para uma grande penalidade falhada por Romagnoli – em dia de aniversário – após derrube de Ricardo Fernandes (devia ter sido expulso por acumulação) a Moutinho. Paulo Bento geriu então a equipa para a final da Taça da Liga, colocando Yannick Djaló e Farnerud em campo, mas o Sporting não baixou de intensidade.

Uma palavra de incentivo para Djaló, que no regresso à competição, bem mereceu o quarto golo do Sporting no encontro com os insulares.

publicado por Izmailov7 às 12:40
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
31


.posts recentes

. Leão fura Metal(ist)

. Convocados para o Metalis...

. Izmailov iniciou a revira...

. Convocados para a desloca...

. Convocados para a recepçã...

.arquivos

. Março 2012

. Setembro 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Dezembro 2009

. Julho 2009

. Março 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

.links

.Facebook

Facebook Izmailov7
blogs SAPO

.subscrever feeds