Domingo, 27 de Abril de 2008

Convocados para o Maritimo

 

Paulo Bento convocou 18 elementos para a recepção ao Marítimo. Para a partida, o técnico leonino conta com todos os jogadores aptos, excepto com Adrien Silva, Pedro Silva e Stojkovic por opção e Derlei devido a castigo.

Ronny e Gladstone estão de volta à lista de convocados.

 

Lista de convocados:
Guarda-redes:
Tiago e Rui Patrício.
Defesas: Abel, Gladstone, Polga, Ronny, Tonel e Grimi.
Médios: Miguel Veloso, Farnerud, Pereirinha, João Moutinho, Izmailov, Simon Vukcevic e Romagnoli.
Avançados: Tiuí, Yannick Djaló e Liedson.

 

O encontro realizasse hoje dia 27 de Abril, no Estádio José Alvalade às 20h30 e é transmitido pela Sportv 1 em directo e em exclusivo.

publicado por Izmailov7 às 19:34
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 22 de Abril de 2008

Sporting perde 3 pontos em Leiria

U. Leiria - 4 | Sporting - 1

U. Leiria: Fernando, Éder, Bruno Miguel, Éder Gaúcho, Patrick; Tiago, Cadú, Harison (Lukasiewicz, 77 m), NGal, Paulo César (Alhandra, 90 m) e Sougou
Treinador: Vítor Oliveira
Suplentes não utilizados: Rafael Fava
, Nélson, Laranjeiro e Toñito
Disciplina: Cartão amarelo a Bruno Miguel (60 m) e Éder Gaúcho (69 m), Cartão vermelho a Sougou (74 m).
Golos: Paulo César (14 e 18 m), NGal (83 m) e Cadu (90 m)

Sporting: Rui Patrício, Abel (Pereirinha, 58 m), Tonel, Polga, Grimi (Derlei, 45 m), Miguel Veloso, João Moutinho, Izmailov (Romagnoli, 76 m), Vukcevic, Yannick Djaló e Liedson
Treinador: Paulo Bento
Suplentes não utilizados: Tiago, Pedro Silva, Adrien Silva e Tiuí
Disciplina: Cartão vermelho a Derlei (88 m)
Golos: Liedson (85 m)

Crónica:

Na deslocação a Leiria, o Sporting não conseguiu aproveitar o empate do Guimarães, em Coimbra, sofrendo uma derrota por 4-1 – um resultado construído nos primeiros 20 minutos da primeira parte e nos últimos 10 minutos da etapa complementar.
Com o regresso de Polga à titularidade, Miguel Veloso regressou ao meio campo «leonino», Romagnoli ficou no banco e Izmailov entrou de início no encontro com a União de Leiria.

Os «leões» entraram algo apáticos em campo, dando o centro do terreno à equipa da casa, o que fez com que a União de Leiria fosse a formação que mais perigo criou nos minutos iniciais. Paulo César, aos 14 e 18 minutos, não desperdiçou as únicas oportunidades criadas e pôs a União de Leiria em vantagem, ao contrário do que se esperava para esta partida. O Sporting, a partir da meia-hora mostrou-se mais ofensivo, o que fez com que criasse algumas oportunidades, enquanto que a equipa da casa apostava no contra-ataque. Sem que o resultado sofresse alteração, a partida chegou ao intervalo.

A etapa complementar, já com Derlei a substituir Grimi – recuando Miguel Veloso para defesa esquerdo – iniciou-se com um remate de Miguel Veloso, que só não deu em golo, porque o poste da baliza de Fernando lhe negou o tento. Balanceados no ataque e já com Pereirinha no lugar de Abel, o Sporting acabou por abrir brechas na defesa, o que fez com que a equipa da casa chegasse aos três golos sem resposta. Liedson, aos 68 minutos, viu o poste da baliza da Leiria a negar-lhe mais uma vez o golo. Os «leões» procuraram a reviravolta a todo o custo, mas não mostraram a frieza necessária para a finalização. Aos 82 minutos, Yannick viu o árbitro anular-lhe um golo por fora de jogo e foi Liedson que reduziu a desvantagem já nos minutos finais. A equipa da casa, no entanto ainda conseguiu chegar ao quarto golo.
Na próxima jornada, o Sporting recebe, no Estádio José Alvalade, o Marítimo.

In: Site Oficial Sporting Clube de Portugal

publicado por Izmailov7 às 20:28
link do post | comentar | favorito
Domingo, 20 de Abril de 2008

Convocados para a deslocação a Leiria

Anderson Polga regressa à lista de convocados para a partida frente à União de Leiria, depois de lesão. O jogo realizasse Domingo, dia 27 (hoje), às 19h15, sendo transmitido em directo pela TVI.


Os jogadores eleitos são os seguintes:
Guarda-redes: Tiago e Rui Patrício
Defesas: Abel, Pedro Silva, Polga, Tonel e Grimi.
Médios. Adrien Silva, Miguel Veloso, Farnerud, Pereirinha, João Moutinho, Izmailov, Simon Vukcevic e Romangoli.
Avançados: Tiuí, Yannick, Derlei e Liedson.


publicado por Izmailov7 às 14:18
link do post | comentar | favorito

Izmailov já assinou com o Sporting?

 

O contrato que ligará Marat Izmailov e o Sporting até ao final da temporada 2012-13, está assinado. A garantia é avançada por fonte próxima do internacional russo que, apesar de não poder avançar muitos pormenores sobre o processo, sempre vai adiantando que este era um passo indispensável para, no final da temporada, os leões poderem exercer o direito de opção sobre o médio.
Ou seja, antes de avançar para o pagamento dos 4,5 milhões de euros previstos na cláusula de opção, que tornarão o número 7 jogador do Sporting de forma “definitiva”, os dirigentes leoninos tinham de entender-se com Izmailov, o que, segundo Record apurou, aconteceu nas últimas horas.
A vontade do jogador, que por diversas vezes reiterou a intenção de permanecer em Lisboa, acabou por ser determinante no desenlace de um processo, em que foi obrigado a resistir ao forte assédio do Lokomotiv de Moscovo que, num acto de desespero propôs-lhe um contrato, nas palavras da nossa fonte, “milionário”.
A proposta apresentada pelo clube moscovita era três vezes superior àquele que Izmailov assinou, há um ano, antes de ser cedido ao Sporting e andaria, seguramente, entre os 2,5 e os 3 milhões de dólares por época.
O vínculo agora assinado e que manterá o internacional russo no Sporting até completar 30 anos é um pouco melhor do que o anterior, mas não se aproxima sequer daquele que lhe era apresentado pelo Lokomotiv de Moscovo.
Esta insistência dos russos em tentar reaver Izmailov acabou por levantar desconfianças junto do médio, que nunca teve certezas acerca do seu destino. Dínamo de Kiev ou Manchester City poderiam estar por trás da intenção russa. E, na incerteza, o jogador optou por aceitar aquilo que lhe parecia certo: cinco anos de contrato com o clube de Alvalade.
Resta agora aos responsáveis leoninos “inventarem” 4,5 milhões de euros para entregar ao clube russo. Sem mais conversas, negociações ou entendimentos. O negócio está previsto no contrato de empréstimo e vai fazer-se até ao final de Junho.

 

In: Jornal "Record"

publicado por Izmailov7 às 13:34
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 18 de Abril de 2008

Sporting goleia Benfica

Sporting - 5 | Benfica - 3

SPORTING, 5
Equipa inicial:
Rui Patrício, Abel, Tonel, Miguel Veloso e Leandro Grimi; Adrien Silva (Marat Izmailov, 32 m), João Moutinho, Simon Vukcevic e Leandro Romagnoli (Derlei, 61 m); Yannick Djaló (Gladstone, 87 m) e Liedson.

Treinador: Paulo Bento.

Suplentes não utilizados: Tiago, Pedro Silva, Rodrigo Tiuí e Bruno Pereirinha.

Disciplina: cartão amarelo a João Moutinho (70 m)

Golos: Yannick Djaló (66 m), Liedson (76 m), Derlei (79 m), Yannick Djaló (85 m) e Vukcevic (90 m).

BENFICA, 3
Equipa inicial:
Quim, Nelson, Luisão, Katsouranis e Leo; Petit (Cardozo, 84 m), Maxi Pereira, Cristian Rodriguez, Di Maria (Sepsi, 64 m) e Rui Costa; Nuno Gomes.

Treinador: Fernando Chalana.

Suplentes não utilizados: Butt, Luís Filipe, Edcarlos, Mantorras e Bynia.

Disciplina: cartões amarelos a Di Maria (9 m), Luisão (55 m), Cristian Rodriguez (57 m) e Maxi Pereira (86 m).

Golos: Rui Costa (19 m), Nuno Gomes (30 m) e Cristian Rodriguez (82 m).

O Estádio José Alvalade viveu uma das noites mais emocionantes da sua curta história, com o Sporting a dar a reviravolta de 0-2 ao intervalo para os 5-3 com que garantiu a presença no Estádio do Jamor. Yannick, por duas vezes, Derlei, Liedson e Vukcevic deixaram as bancadas perto do êxtase.

A paixão pelo futebol alimenta-se destes jogos. A rivalidade entre estes dois emblemas também, com os sportinguistas a renovarem os seus votos de amor ao Clube nos gestos técnicos vitoriosos de Yannick, por duas vezes, Derlei, Liedson e Vukcevic. Numa noite épica, os perto de 40 mil espectadores que estiveram em Alvalade garantiram o direito de contar este jogo aos seus netos de uma forma apaixonada, porque estes noventa minutos vão directamente para a galeria dos Sporting-Benfica mais inolvidáveis destes quase 100 anos de confrontos.

Com Miguel Veloso a defesa-central – por impedimento físico de Polga e de Gladstone – Adrien Silva ocupou o vértice inferior do losango da equipa de Paulo Bento, que encontrou um opositor amontoado em 4x5x1, em mais uma edição das tácticas defensivas em Alvalade, já que, como os resultados este ano no Estádio da Luz tão bem exemplificam, esta é uma equipa que se comporta como as ditas «pequenas», revelando enormes dificuldades em assumir – como uma equipa grande o deve fazer – o jogo e atacar seja em que palco for.

O Sporting começou melhor, com duas oportunidades de golo, por Liedson (3 m) e Tonel (6 m), mas foi o Benfica, por Rui Costa (20 m) a inaugurar o marcador, seguindo-se, depois, um teste à paciência «verde e branca», na circulação de bola pelos corredores em busca de espaços para materializar a igualdade. Porém, na segunda incursão encarnada à área de Rui Patrício, o Benfica voltou a marcar, num cabeceamento de Nuno Gomes (30 m), aumentando ainda mais o grau de dificuldade para os «verdes e brancos», bem como a injustiça no resultado, «cheirando a Taça» no final dos 45 minutos.

O Sporting voltou dos balneários com crença e atitude, «alugando o seu meio-campo», já que a bola por nunca lá passava. João Moutinho rematou à barra (60 minutos) no início da «remontada» - com Izmailov e Derlei em campo nos lugares de Adrien Silva e de Romagnoli – em que Alvalade sempre acreditou: Yannick Djaló (68 m), Liedson (76 m), Derlei (79 m), Yannick Djaló (85 m) e Vukcevic (90 m) trouxeram justiça à uma equipa que actuou, nos últimos 45 minutos, a grande velocidade e merecendo, de forma inequívoca, a passagem à final do Jamor, onde vai encontrar o FC Porto.


Avaliação à prestação de Izmailov:

Quando entrou em campo, ainda na primeira parte, o barco estava sem rumo, correndo sérios riscos de ir ao fundo, vítima da maré vermelha. Contra a corrente ainda teve um tiro desviado para canto, deixando em aberto a ameaça do que estava para surgir no segundo tempo. Depois do intervalo, um russo foi um diabo à solta pelo flanco direito, inspirando toda a equipa a unir-se em busca da recuperação. Por acção directa, Léo deixou de subir no terrno e, porque os seus movimentos tiveram saída para o meio, foi dando ao Sporting vantagem numérica nas acções centrais, junto à grande área. Não sendo fácil de encontrar o momento exacto e o maior responsável pela reviravolta, o nome de Izmailov surge como o mais óbvio para explicar a metamorfose de um jogo que começou com dominio imperial do Benfica e terminou com cinco golos do Sporting em 26 minutos. Mesmo sem ter marcado, foi o mais influente de todos os jogadores leoninos. In: Jornal "Record"


publicado por Izmailov7 às 19:39
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
31


.posts recentes

. Leão fura Metal(ist)

. Convocados para o Metalis...

. Izmailov iniciou a revira...

. Convocados para a desloca...

. Convocados para a recepçã...

.arquivos

. Março 2012

. Setembro 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Dezembro 2009

. Julho 2009

. Março 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

.links

.Facebook

Facebook Izmailov7

.Contador de Visitas

Turismo
Contador de visita
blogs SAPO

.subscrever feeds