Domingo, 11 de Setembro de 2011

Izmailov iniciou a reviravolta

 

 

O Sporting conseguiu a primeira vitória (3-2) na I Liga, mas depois de ter sofrido com a excelente exibição de Michel, autor de dois golos. Os “leões” conseguiram, porém, dar a volta na segunda parte em apenas oito minutos. Mas só depois da equipa da casa ter perdido a cabeça, após a expulsão do lateral Nuno Santos. Elias, o derradeiro reforço, demonstrou muita qualidade e foi fundamental para a conquista de três pontos.

Domingos apresentou em Paços de Ferreira uma verdadeira revolução na equipa. A dupla de centrais foi constituída por Onyewu e Rodriguez. Evaldo que se tem apresentado em sub-rendimento perdeu a titularidade para o reforço Insúa. A frente de ataque, agora sem Postiga e Djaló, foi construída com Pereirinha, Bojinov e Capel. Mas a melhor surpresa surgiu no meio-campo com a estreia de Elias. O internacional brasileiro parece querer assumir-se como o patrão da equipa e notou-se, já nesta partida, a capacidade de lhe transmitir qualidade.

Só que, logo aos 5’, Rodriguez teve um corte infeliz, Rui Patrício agarrou a bola quando tinha tudo para a controlar e o árbitro, com excesso de zelo, transformou um corte deficiente num atraso e, consequentemente, num livre indirecto em cima da linha da grande área. Depois, o pé esquerdo fulminante de Michel fez o resto.

A perder, o Sporting conseguiu empurrar o Paços para o seu meio-campo. Teve mais volume de jogo, mas poucas situações de golo. Em grande parte porque o flanco esquerdo (Insúa e Capel) nunca funcionou e Bojinov esteve longe de demonstrar a qualidade que se pede a um avançado de uma equipa que pretende lutar pelo título.

Ainda assim, Schaars conseguiu um excelente remate-livre que foi devolvido pela barra da baliza à guarda de Cássio e, aos 43’, Elias conseguiu isolar-se, mas não conseguiu superar o número um pacense. Pelo meio, um punhado de remates inconsequentes e muita pressão.

A tudo isto, os homens da casa respondiam com a exibição de Michel, que esteve muito perto de conseguir o segundo golo, após um cruzamento de Vítor. Valeu uma excelente defesa de Rui Patrício.

Na segunda parte, Domingos tirou Schaars e fez entrar Izmailov, invertendo também o triângulo do meio-campo, adiantando Rinaudo e recuando Elias. Uma alteração que, aparentemente, pretendia dar mais qualidade à primeira fase de construção do futebol da equipa. Mas o resultado foi pobre. E a única evidência foi que esta dupla de centrais está longe de ser a indicada, como demonstraram aos 56’, quando permitiram o cabeceamento de Michel para o fundo da baliza, após um livre de Manuel José.

Domingos voltou, então, a adiantar Elias, mas o minuto 70 revelou-se fatal para o Paços: Nuno Santos cometeu falta sobre Diego Rubio e foi expulso. A partir deste momento tudo se alterou. Aos 74’, após um remate de Rubio, Izmailov reduziu. Aos 77’, Rinaudo teve um passe excelente, Cohène falhou o corte e Elias fez o empate. A primeira vitória foi carimbada por Van Wolfswinkel que aproveitou um cruzamento de Insúa para aparecer ao segundo poste a marcar.

 

In: Jornal Público

 


publicado por Izmailov7 às 14:31
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De Apostar Online a 15 de Março de 2012 às 12:14
O melhor jogador do Sporting !!


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
31


.posts recentes

. Leão fura Metal(ist)

. Convocados para o Metalis...

. Izmailov iniciou a revira...

. Convocados para a desloca...

. Convocados para a recepçã...

.arquivos

. Março 2012

. Setembro 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Dezembro 2009

. Julho 2009

. Março 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

.links

.Facebook

Facebook Izmailov7
blogs SAPO

.subscrever feeds